Coaching

Coaching é um processo que visa a orientação do Coachee para a aquisição e/ou aperfeiçoamento de competências, pela reflexão sobre si mesmo. Oferece a possibilidade de descoberta pessoal de pontos fortes e a desenvolver, através do aumento da consciência sobre si mesmo e do aumento da capacidade de auto responsabilização com estrutura e foco.

Coaching proporciona evolução, direcção, inovação e apoio constante.

É um processo que ensina a transformar intenções em ações que geram resultados. Um processo de Coaching proporciona evolução, direcção, inovação e apoio constante. Através de metas e desenvolvimento de competências mentais e emocionais direccionadas para a conquista de resultados. O Coach funciona como um treinador pessoal especializado em efectivar o crescimento nas diversas áreas da sua vida, auxiliando o alcance a cada vez mais altos níveis de excelência pessoal e profissional, através da criação de novos modelos de comportamentos equilibrados.

Este processo permite ao participante tornar-se cada vez mais eficiente, seguro e pronto para enfrentar os desafios do mercado de trabalho. Existem 3 tipos de coaching, Life coaching, Executive coaching, e, Sistémic Coaching, que podem ser trabalhados individualmente ou de forma integrada.

Um processo de Coaching assenta na confiança
a partir da qual se estabelecem metas

Regras

Um processo de Coaching assenta na confiança, a partir da qual se estabelecem metas, definem valores e percebem-se crenças.

A confiança pressupõe que as regras, sobretudo no que respeitam à comunicação estejam claras, para os quais é necessário transparência na informação, pelo que, deverá ser pré acordado com os Dirigentes de tudo o que possa interferir com o propósito.

Processo de Implementação

Antes de definir o futuro e até onde se quer chegar, é necessário obter uma consciência clara de onde está. É essencial definir o ponto de partida de cada interveniente do processo, e, a partir daí, definir onde se quer chegar., utilizando para o efeito diversas técnicas.

Descobriremos quais as âncoras que funcionam para cada um, que vão sendo o elo de ligação entre a acção e a (auto) motivação, reconectando a pessoa com a essência do Projecto (que no fundo também é a sua. Só é preciso relembrar).

Olhado onde se está, e para onde ser quer ir. Vamos perceber que recursos cada um tem, bem como o que dificulta/limita o seu percurso. Assim, poderemos desmontar crenças, ao mesmo tempo que terão a percepção do que querem manter, e do que necessitam de adquirir, para atingirem as metas a que se propõe.

Acompanhamento/Seguimento

O processo pressupõe um acompanhamento em que todos serão responsabilizados com as tarefas a que se propuseram atingir. Claro que a cada momento será analisado que aquela meta faz sentido, e caso não faço, será alterada.

Trata-se de um processo dinâmico, auto responsabilizador. Na decorrência, vão surgir questões importantes sobre Liderança, Confiança e Compromisso que serão vistas individualmente, e para as quais serão implementados processos individuais, salvo se a questão em causa for a mesma para todas os participantes da empresa.

De cada um destes processos, surgirá um plano de acção, que não só é escalonado em tarefas específicas, como também irá ao encontro do dinâmico Plano de Acção deliberado pelos Dirigentes.

Reavaliação

À medida que as tarefas forem executadas, os seus resultados serão aferidos com os Dirigentes, e com o que também eles visionaram para a empresa.

No final de cada encontro, a informação será compilada e enviada aos Dirigentes para apreciação, caso seja esse o acordo estabelecido.

“Todos os dias a vida nos dá um momento onde é possível mudar tudo o que nos deixa infeliz. Esse momento é um instante mágico, onde um sim ou um não pode mudar toda a nossa existência.”

Paulo Coelho

Para mais informações

Contacte-nos
Share This